• Reggae Brazuca

Afrodizia lança single com a jamaicana Rica Newell

Novo single do Afrodizia, “Estação Brasil” é a pedra fundamental de Reggaelização, um projeto que conta representantes de 11 países em um grande movimento de cultura de paz.


(foto divulgação)


Com a brasilidade característica da música do Afrodizia, "Estação Brasil" retrata o nascimento do reggae brasileiro, assumindo a miscigenação do reggae de raiz com a força da música nacional. O single conta com a participação da jamaicana Rica Newell, grande referência na história do reggae mundial, integrando a renomada banda Ziggy Marley and Melody Makers, além de seu trabalho ao lado da família Marley, acompanhando Stephen Marley e Ziggy Marley e outros grandes nomes do reggae mundial em suas turnês e gravações.


Estação Brasil contou com a produção de Michi Ruzitschka e co-produção de Junior Marvin, lendário guitarrista da banda The Wailers que construiu a história do reggae ao lado de Bob Marley. A mixagem é assinada por Victor Rice, referência no reggae mundial indicado ao Grammy Latino por duas vezes e a masterização pelo premiadíssimo Felipe Tichauer. O single, Estação Brasil, chega junto com um documentário do processo de gravação e o videoclipe gravado no Trem dos Imigrantes em São Paulo, com apoio da Embaixada da Jamaica e direção de Louiz Baptista.


Confira o clipe:

O álbum "Reggaelização" é um projeto de cultura de paz, que conta com a participação de 18 grandes nomes do reggae e da música mundial, de 11 países diferentes e envolvimento de todos os continentes. O álbum ganhará vida single a single, lançados mensalmente, como uma grande viagem pelo mundo, trazendo na brasilidade da música do Afrodizia a força e a energia de muitas importantes vozes que se somam em um grande movimento de cultura de paz. Cada single nasce com um documentário, com uma ilustração e com um videoclipe que retrata toda a experiência do processo de concepção do projeto. Participam do projeto ao lado do Afrodizia: Carlinhos Brown, Chico César e Cidade Verde Sounds (Brasil), Quique Neira (Chile), Queen Omega (Trinidad e Tobago), Dean Fraser, Rica Newell, Luciano e Junior Marvin (Jamaica), Peetah Morgan e Big Mountain (EUA), Pato Banton (Reino Unido), Isiah Shaka (França), Lord Alajiman e Ombre Zion (Senegal), Young Mbazo (África do Sul), I-Dren Artstrong (Filipinas) e House of Shem (Nova Zelândia).

Completando 21 anos de carreira, o Afrodizia é considerado hoje um dos grandes expoentes do reggae brasileiro no exterior. A banda nascida no Paraná (Maringá), radicou-se em Itanhaém (litoral de São Paulo) onde consolidou sua carreira. Com 4 cd’s lançados, dois nacionalmente (Todas as Tribos -1999 e Mutação-2004) e dois internacionalmente (Peace - 2002 e Mutación - 2005). Com três turnês europeias e mais de 70 shows internacionais, passando por países como França, Eslovênia, Áustria, e Suíça, e por alguns dos principais festivais europeus como o Montreux Jazz Festival, o Afrodizia foi destaque nas principais mídias nacionais e internacionais do segmento reggae, além, de no país, ter tido destaque nos principais veículos de comunicação como Globo (Encontro com Fátima Bernardes, Domingão do Faustão, Vídeo Show), MTV, Folha de São Paulo, entre outras.


Além dos álbuns autorais o Afrodizia coleciona participações por diversas coletâneas pelo país, e teve suas músicas incluídas em trilhas como a música “Montanha da paz” no seriado Malhação, a música “Amor de Praia” na abertura do programa Ilha de Fivelas da MTV Brasil e a música “Skancarando Tudo” como tema de verão da RPC (Rede Paranaense de Televisão). O Afrodizia teve também a música Brasileiro incluída no Livro Geografia e Sociedade, distribuído na rede nacional de ensino.


A banda traz no seu DNA também a criação de projetos de difusão do reggae como importante manifestação artística enraizada no país. Projetos como o Festival Regado a Reggae, um dos mais importantes e longevos festivais do segmento no Brasil, realizado há 15 anos na cidade de Itanhaém, o projeto Conexão Sul que reuniu em uma coletânea os maiores expoentes do reggae do Sul do país e o Up!Vibe Conexion, projeto de Livestreaming conectando artistas ao redor do mundo, são alguns exemplos do engajamento da banda. Formado por Gibi Rasta (Voz), Priscilla Cantarelli (Teclado), Tony Sheen (Bateria), Diogo Morgado (Guitarra) e Edward Sub (Baixo), o Afrodizia traz em seu conceito artístico uma identidade forte que une a raiz jamaicana com o tempero inconfundível da música brasileira.


#Lançamento #Afrodizia #reggaelização #ricanewell #estaçãobrasil

68 visualizações0 comentário